quarta-feira, 11 de junho de 2014

Sopro de palavras

Há vento em suas palavras
Um leve sopro, quase uma dança
Vento que afasta o significado
As intenções
E as certezas

São palavras que viveram
Mas que hoje seguem cansadas
Palavras que trazem certo saudosismo
Certo respeito
E certa desistência

Tantas pessoas similares conheci
Mas as palavras delas não dançavam assim
Sua dança carrega quem você é
Quem você foi
E quem você (não) conseguirá ser

Nenhum comentário:

Postar um comentário